Sábado, 13 de Julho de 2024
17°

Parcialmente nublado

Guaíra, SP

Geral UEPG

Rondonistas da UEPG levam extensão a municípios do Paraná

O Projeto Rondon Paraná leva 30 estudantes e 06 professores da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) para o interior do Paraná. Em sua segun...

09/07/2024 às 21h03
Por: Maria Mandú Fonte: UEPG
Compartilhe:
Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

O Projeto Rondon Paraná leva 30 estudantes e 06 professores da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) para o interior do Paraná. Em sua segunda edição, o Projeto está com 272 rondonistas. As ações acontecem em municípios com baixos indicadores sociais do Centro-Oeste e Oeste do estado. A missão teve início em Guarapuava, com cerimônia de abertura, na última sexta-feira (05).

Os rondonistas são das sete universidades estaduais do Paraná; Universidade Federal da Fronteira Sul; e dos Centros Universitários Campo Real e Uniguairacá. No auditório do Campus Santa Cruz da Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), que coordena esta edição do Projeto, a coordenadora do Núcleo Extensionista Rondon (NER) da UEPG, professora Marilisa do Rocio Oliveira, conduziu o juramento da tradicional “cerimônia do chapéu”, que habilita a participação dos alunos na Operação.

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

Estiveram presentes na abertura o Secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná, Aldo Nelson Bona; o Diretor de Ensino da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Osmar Ambrósio de Souza; a Coordenadora Estadual da Operação Rondon Paraná, Sandra Cristina Ferreira; e o reitor da Unicentro, professor Fábio Hernandes. Também marcaram presença autoridades dos 11 municípios que contam com a presença dos rondonistas até o dia 19 de julho.

Participam, representando a UEPG, alunos dos cursos de Enfermagem, Artes Visuais, Geografia, Direito, Jornalismo, Medicina, Turismo, Farmácia, Serviço Social, Pedagogia, Letras, Música e História. Os estudantes atuam nos municípios de Goioxim, Santa Maria do Oeste e Reserva do Iguaçu, onde irão desenvolver, ao longo de duas semanas, atividades de extensão universitária nas comunidades visitadas, afim de promover ações nas áreas de cultura, direitos humanos, educação, inclusão social, meio ambiente, saúde e tecnologia.

Texto: Gabriel Miguel, com informações de Veridiane Parize | Fotos: Veridiane Parize

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários