Sábado, 13 de Julho de 2024
18°

Parcialmente nublado

Guaíra, SP

Especiais Mulheres negras

Noite em prol do Fundo Agbara para mulheres negras é marcada por show de Paula Lima e presença de famosos

Thelma Assis e Maria (ex-BBBs), a influencer Sara Mara, o cantor Caio Oiak, Gilson Rodrígues, do G10 Favelas e outros nomes prestigiaram o jantar beneficente no Brooklin, em São Paulo, assinado pela Chef Manoela Zarzur

07/11/2023 às 13h47
Por: Maria Mandú
Compartilhe:
Noite em prol do Fundo Agbara para mulheres negras é marcada por show de Paula Lima e presença de famosos

São Paulo, novembro de 2023 – A noite de segunda-feira (06) foi marcada pelo PRIMEIRO JANTAR AGBARA - POTENCIALIZANDO MULHERES NEGRAS, no Espaço Wood, Brooklin, São Paulo – SP, com cardápio assinado pela Chef Manoela Zarzur para 200 pessoas.

O evento foi idealizado e realizado pelo Fundo Agbara, o Primeiro Fundo Filantrópico de Mulheres Negras do Brasil, criado por Aline Odara, cientista social e pedagoga, juntamente com Fabiana Aguiar, Gerente Geral do Fundo Agbara. Aline Odara foi a vencedora do Prêmio Empreendedor Social 2023 e contou que estava muito nervosa, mas muito feliz e realizada na noite do jantar:

“Nossa trajetória é inacreditável, a gente trabalhou muito para chegar até aqui e se deparar com esse evento lindo que é a nossa cara. E não é só sobre nós, é sobre milhares de mulheres negras no Brasil que só precisam de uma oportunidade e esse jantar tem a intenção de captar recursos para que a gente consiga cada vez mais ajudar e potencializar mulheres negras em suas trajetórias”, afirmou Odara.

Surgido durante a pandemia de Covid-19 para apoiar mulheres negras que sofreram mais que qualquer outro grupo com os efeitos da crise sanitária que assolou o mundo, o fundo já realizou mais de 2.500 atendimentos e investiu mais de R$ 1 milhão em mulheres negras e, com o jantar, a expectativa é fechar o ano de 2023 com R$ 1,5 milhão para apoiar o trabalho e projetos de mulheres negras e da comunidade LGBTQIAPN+, ampliando os atendimentos em 35%.

 

UMA NOITE DE POTÊNCIAS

A palavra yorubá significa potência. E potência foi o que não faltou no evento beneficente.

Thelma Assis, vencedora do BBB 20, chegou deslumbrante de vermelho, permaneceu até o final do evento e disse:

“Como mulher preta, periférica, sei o quanto é difícil a gente alcançar espaços, então, iniciativas como essa potencializam essas mulheres que já são potência, mas que precisam se fortalecer. E eu, como figura pública depois do BBB, cada vez mais tenho associado minha imagem para poder ajudar iniciativas como essa”, afirmou a médica e apresentadora.

Sara Mara, influenciadora e trancista, também marcou presença:

“Muitas mulheres precisam ouvir para entender que elas precisam se movimentar, muitas vezes elas estão no movimento, mas não geram consciência do que é necessário, então, quando tem alguém trabalhando em função disso, para fazer a mulher despertar, é um empurrão a mais”, contou a influenciadora.

Manoela Zarzur, Chef e proprietária do Espaço Wood, onde foi realizado o jantar, doou 50% dos serviços em prol do Jantar Agbara e assinou o cardápio da noite:

“Nós prezamos muito contribuir para todas as ações e instituições que ajudam as pessoas que às vezes não têm a oportunidade certa, então, entendemos que ajudando estaremos dando a oportunidade para algo muito maior e muito mais importante”, comentou a Chef.

O show musical ficou por conta de Paula Lima, encerrando a noite com a artista cantando em meio aos convidados.

“Para mim é um prazer fazer parte do Fundo Agbara. Sabemos que nós somos a base da pirâmide, então, é fundamental que a gente tenha esse foco quando a gente pensa em arrecadar recursos para os programas com a missão de promover acesso a direitos econômicos para mulheres negras de todo o Brasil”, analisou a cantora.

Lu Campos, apresentadora, atriz e cantora, foi a Mestre de Cerimônias do evento. Também estiveram no jantar Agbara: Maria (ex-BBB 22), o cantor Caio Oiak, Gilson Rodrígues, presidente do G10 Favelas, o Professor Sidnei Nogueira, da USP.

Bela Gil, culinarista e apresentadora de TV, é conselheira do Fundo Agbara e fez sua participação por vídeo devido a um problema de agenda pessoal, assim como a jornalista Maju Continho que também participou remotamente.

SOBRE O FUNDO AGBARA – O Fundo Agbara, pioneiro como o Primeiro Fundo Filantrópico de mulheres negras do Brasil, foi fundado em 01 de setembro de 2020, em meio à pandemia de Covid-19 e, em três anos de existência, já atendeu a mais de 2.500 mulheres negras em todo o país com formações, assessorias e aportes financeiros. Sua missão é estabelecer um fundo filantrópico que sustente e fortaleça o exercício dos direitos econômicos de mulheres negras em toda a sua diversidade. Temos como valores o acolhimento, transparência, colaboração, ancestralidade e integridade. Conheça mais do Fundo Agbara em: https://fundoagbara.org.br/.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários