Segunda, 17 de Janeiro de 2022 16:28
17 99131-2145
Especiais Sentimentos

A FAMOSA FILA DO PÃO

Observando a massa

12/12/2021 01h28 Atualizada há 1 mês
Por: Maria Mandú
A FAMOSA FILA DO PÃO

Muito se tem usado a expressão “Quem é fulano na fila do pão”, pois bem, vamos lá... cada um é cada um, com todas as suas particularidades e vivências e bagagens de experiência e principalmente iguais perante ao grande PAI nosso Deus.

O que tem levado essa expressão a comentários pejorativos é tão somente um verdadeiro caos que avança com o passar do tempo, eu explico: é muita gente se sentindo a última bolacha do pacote, sendo importante mencionar que é fato que na maioria das vezes o “inferno” da última bolacha está toda quebrada e estragada; então quando se perde a noção e se comporta como dono total da razão e possuidor de todas as soluções, é nesse exato momento que acaba entrando em um território bem perigoso, praticamente um campo minado.

Quem sou eu???

Eu sou Maria Helena de Carvalho Mandú, jornalista, 46 anos, casada com Silmara Mandú, mãe de três filhos e avó de três netos... e na fila do pão continuo sendo exatamente essa pessoa mencionada antes.

Nem mais, nem menos que ninguém, como diria Raul “uma metamorfose ambulante”, pois não me envergonho de errar, pedir desculpas, mudar de idéia e dizer muito obrigada.

Os meus dias nunca são iguais e nem as noites... estou sempre em lugares diferentes e vendo pessoas que nunca havido conhecido antes.

Engatinhei, aprendi a andar, a correr... caí... machuquei muito os joelhos... levantei novamente.

Na vida adulta caí, feri minha perna e tive que aprender a andar novamente, e essa foi uma experiência rica, pois me conheci melhor e comemorei as pequenas coisas, as pequenas vitórias, os pequenos passos no andador.

Já machuquei e muito, meu coração e o íntimo do meu ser, e essa dor, que é invisível aos olhos, marca por toda a vida.

Então, toda vez que estiver na fila do pão, não procure “julgar” quem é fulano ou cicrano, pois os tratamentos que dão ao mundo lá fora podem ser frutos de machucados que nenhum merthiolate foi capaz de curar.

Vamos refletir...

Bjkas

1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Coluna da Mandú
Sobre Coluna da Mandú
Maria Mandú é jornalista, publicitária e trabalha com Marketing Digital. Apaixonada por Plantas e Bichos, divide seu tempo livre entre cuidar das dádivas da natureza e se dedicar a leitura de vários livros, outra paixão que adquiriu ainda criança. Atualmente está engajada em várias causas e projetos.
Guaíra - SP
Atualizado às 16h13 - Fonte: Climatempo
33°
Pancada de chuva

Mín. 21° Máx. 33°

33° Sensação
2.9 km/h Vento
38% Umidade do ar
80% (10mm) Chance de chuva
Amanhã (18/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 35°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Quarta (19/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 34°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.