Sábado, 17 de novembro de 2018
17 99131-2145
Especiais

23/10/2017 ás 21h02

188

Maria Mandú

Guaíra / SP

Monguba: a fruta das árvores do cerrado com sementes com gosto de avelã
Comum no continente americano, a monguba protagoniza as mais recentes experimentações culinárias. Saborosa e macia, a semente desse fruto tem potencial para disputar com o baru o título de queridinha dos chefs
Monguba: a fruta das árvores do cerrado com sementes com gosto de avelã
Torradas, as sementes de monguba foram usadas por Juan Pratginestós sobre um bolinho de amêndoas e nozes

Pirenópolis (GO) e Brasília — Monguba, mamorama, castanhola, carolina, munguba, cacau selvagem, castanha-do-maranhão e até paineira-de-cuba. Não faltam nomes a essa frondosa árvore nativa da América Central e do Sul. As grandes flores, amarelas e de pontas avermelhadas, lhe dão um toque de exotismo, além da função ornamental, como arborizar ruas urbanas, inclusive as quadras de Brasília. Mas é nos frutos da monguba, dos quais se aproveitam as sementes, que está a surpresa gastronômica.

“Mais gostosa que o baru, a castanha da monguba parece uma avelã”, define o chef catalão Juan Pratginestós, proprietário do restaurante Montserrat, situado à beira do Rio das Almas, em Pirenópolis. “Estou há quatro anos aqui e nunca havia visto o fruto”, revelou o chef. Foi o caseiro do sítio de uma amiga quem lhe apresentou a monguba, colhida no mato. Moída, ela é usada por populações ribeirinhas em substituição ao café ou ao chocolate.

As sementes ainda podem ser consumidas cruas, cozidas ou torradas. O chef preferiu torrá-las para fazer farinha, que usou sobre uma sobremesa de amêndoas e nozes, em forma de bolinho, servido com doce de laranja-da-terra, calda de laranja e Cointreau. De textura macia, a farinha é mais delicada que a do baru.

FONTE: Correio Braziliense

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Curiosidades

Curiosidades

Blog/coluna Tudo de mais curioso que existe na web
Facebook
Mais lidas
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium