Domingo, 24 de Outubro de 2021 08:21
17 99131-2145
Geral Geral

Comércio irregular de carne é alvo de operação no interior paulista

Servidora do Ministério da Agricultura estaria envolvida nos crimes

31/05/2021 13h45 Atualizada há 5 meses
Por: Maria Mandú Fonte: EBC
© Marcello Casal JrAgência Brasil
© Marcello Casal JrAgência Brasil

Um frigorífico no município de Presidente Prudente (SP) é alvo da Operação Inopino, deflagrada pela Polícia Federal na manhã desta segunda-feira (31). A finalidade da operação é o combate a crimes sanitários, de corrupção, estelionato e falsidade documental, praticados por organização criminosa envolvendo um frigorífico. 

Cerca de 50 policiais federais estão cumprindo sete mandados de busca e apreensão nas cidades de Presidente Prudente, Presidente Epitácio e Rancharia, todas no interior de São Paulo.

De acordo com as provas da investigações, desde 2018 uma auditora fiscal federal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) teria recebido valores e vantagens para facilitar a comercialização de carnes em desacordo com as normas do setor.

Durante as investigações foram demonstrados fortes indícios de que essa servidora pública e prepostos da empresa investigada trocavam embalagens de forma a adulterar datas de vencimento, modificavam romaneios (ista que especifica peso, qualidade e quantidade de mercadorias embarcadas ou vendidas) e relatórios de pesagem. A auditora do Mapa investigada será afastada de suas funções por determinação judicial.

Os crimes objeto da investigação e previstos no Código Penal (CP) são a suposta prática de corrupção ativa, corrupção passiva, prevaricação, falsidade documental, crime sanitário e organização criminosa.

A investigação prosseguirá, para averiguar possíveis outros envolvidos e será concluída após a análise dos materiais eventualmente apreendidos durante a Operação Inopino.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.