Segunda, 27 de Junho de 2022
27°

Tempo aberto

Guaíra - SP

Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Câmara aprova urgência para classificação econômica de profissionais de beleza

Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados Celina Leão é autora da proposta e do pedido de urgência A Câmara dos Deputados aprovou requerimento de urgênci...

26/05/2022 às 19h50
Por: Maria Mandú Fonte: Agência Câmara de Notícias
Compartilhe:
Celina Leão é autora da proposta e do pedido de urgência - (Foto: Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados)
Celina Leão é autora da proposta e do pedido de urgência - (Foto: Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados)

A Câmara dos Deputados aprovou requerimento de urgência para o Projeto de Lei Complementar 49/22, que define novos códigos no sistema de Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) para os profissionais de beleza. As mudanças contemplam pessoas e empresas que prestam serviços de bronzeamento natural e artificial e de design de sobrancelhas, cílios, micropigmentação e depilação.

Com a aprovação do requerimento, a proposta poderá ser votada diretamente pelo Plenário, sem a necessidade de passar antes por comissões permanentes. A urgência foi solicitada pela própria autora do projeto, deputada Celina Leão (PP-DF).

O deputado Alexandre Frota (PSDB-SP) observou que a classificação pode permitir o registro desses profissionais pelo Simples ou como microempreendedor individual (MEI). A deputada Erika Kokay (PT-DF) afirmou que a proposta deve trazer direitos a estes profissionais e por isso precisa ser discutida.

Apesar de defender a urgência, a deputada Soraya Manato (PTB-ES) alertou para a proliferação de profissionais que não têm capacidade para lidar com procedimentos estéticos que geram complicações à saúde. "Estamos Pessoas não capacitadas fazem procedimentos invasivos", afirmou.

Já o deputado Marcel Van Hattem (Novo-RS) manifestou-se contra a proposta. "Essa decisão deveria ser feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), não seria função do Parlamento", afirmou.

Segundo dados do Conselho Nacional dos Profissionais da Beleza, há hoje mais de 120 mil prestadores de serviços de bronzeamento artificial em atividade no País.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários